Notícias

Corpo de Bombeiros tem novo comandante-geral

@Fonte: Pernambuco.Com - Local - 07/11/2019


Neste fim de semana acontece a 5ª edição do 'Construalpha PE', evento voltado para a construção civil de Pernambuco, na área externa do Clube Alphaville Pernambuco 1, em Jaboatão dos Guararapes. Neste ano, o evento contará com a participação da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, que montará um estande para tirar dúvidas do público no que se refere aos requisitos necessários para construir ou reformar.

A proposta do evento é de orientar os clientes e expositores sobre as questões legais que precisam ser cumpridas, além de outros serviços que serão oferecidos pela prefeitura.

Ainda, no estande da prefeitura, os participantes do evento poderão negociar dívidas de IPTU com descontos que vão até 90%, nos juros e multa para pagamento à vista e percentuais menores, de forma escalonada, no caso de parcelamento, além de preços e condições especiais para pagamento de ITBI, entre outros tributos.O coronel Rogério Antônio Coutinho da Costa, de 48 anos, é o novo comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Pernambuco. Com 28 anos de corporação, ele foi empossado na manhã desta quinta-feira (7) pelo governador Paulo Câmara, no Quartel do Comando Geral, no bairro da Boa Vista, Centro do Recife. Coutinho substitui coronel Manoel Cunha, que encerrou a gestão após 5 anos e 4 meses.

Durante as duas décadas que faz parte do corporação, o coronel Coutinho já foi diretor de Logística e Finanças e do Comando do Grupamento de Incêndio, Salvamento e Atendimento Pré-hospitalar (GBAPH), alcançando a maior patente Bombeiro Militar em 2015. A carreira dele começou na Academia de Polícia Militar, no município de Paudalho. Casado e pai de uma filha, o comandante é graduado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A partir de agora, a liderança dos 2,5 mil bombeiros será encarado como mais um desafio da profissão. "Fico muito feliz e honrado. Temos um grande desafio pela frente. Vamos dar continuidade ao trabalho do ex-comandante Cunha. Temos o estado inteiro para tomar conta e toda a sociedade pernambucana para cuidar. Mas com o apoio da Secretaria de Defesa Social, dos órgãos operativos e das Polícias Militar, Civil e Científica, com certeza faremos um bom trabalho", comentou o comandante.

Sobre os planos para a nova gestão, Rogério Coutinho afirma que dará continuidade ao processo de interiorização com a inauguração de unidades no Agreste e no Sertão. "Eu fazia parte da gestão anterior. Então participei de todo o planejamento e o objetivo inicial é a gente concluir alguns projetos que ficaram pendentes, como os quartéis que serão inaugurados em Arcoverde, Macaparana e continuar com as aquisições que tiveram os processos licitatórios encaminhados. Já temos recursos disponibilizados para receber materiais e viaturas para dar um suporte maior ao atendimento à sociedade", disse.

O coronel Manoel Cunha, que comandou a corporação nos últimos cinco anos, definiu sua gestão como participativa e comentou que sai com sentimento de dever cumprido. Durante seu comando, ocorreram 3,3 mil progressões de carreira. "Trabalhamos com todos oficiais e praças, entendo os anseios da tropa e da população. Contei com muito apoio do governador do estado, que nos deu as ferramentas necessárias para melhorar os serviços do bombeiro no interior do estado, principalmente, e a progressão de carreira da minha tropa. Agradeço ao governador e ao secretário toda confiança em mim depositada nesse período de gestão e conclamo todo o efetivo da minha amada corporação a se integrar e apoiar o comandante Coutinho", comemorou.

Durante a transmissão de cargo, o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua elogiou o trabalho do coronel Cunha lembrando que foram inauguradas oito unidades durante os últimos cinco anos. "É um momento importante, depois de quase seis anos, essa mudança de comando no Corpo de Bombeiros. O ex-comandante Cunha fez um belíssimo trabalho à frente da corporação, com a renovação dos quadros, houve concurso público, convocação de novos bombeiros militares em 2018. Ainda fizemos a interiorização, que foi muito importante para o estado com oito novas unidades. Agora é dar continuidade e consolidar todo esse ganho que foi realizado ao longo desses últimos anos e melhorar ainda mais a qualidade do serviço prestado", afirmou.

- Concurso:

Durante a posse, um grupo de 20 remanescentes do concurso de Bombeiro Militar realizado em 2017 cobrou do secretário uma resposta sobre novas convocações. "São 245 aprovados em todas as etapas do concurso e só falta a convocação do governador. A última promessa foi que em dezembro desse ano iria começar uma nova turma de formação para os praças. Continuamos aguardando", comentou Felipe Fonseca, que está desempregado na expectativa de ser nomeado.

Questionado sobre a possível chamada dos remanescentes, Antônio de Pádua não fixou prazo. "A gente está trabalhando para viabilizar o mais rápido possível a convocação dos candidatos remanescentes do concurso, que inicialmente foi previsto para 300 candidatos, que já foram nomeados em 2018. Existe esse remanescente e estamos trabalho para a convocação", comentou.

Parque Capibaribe terá apoio financeiro da União Europeia

Banco da UE fará aporte de 300 mil euros no projeto voltado a tornar o Recife mais verde, anunciou o prefeito Geraldo Julio

@Fonte: Diário de Pernambuco - Local - 11/12/2019


O prefeito do Recife, Geraldo Julio, anunciou que o Projeto Parque Capibaribe vai receber apoio técnico e financeiro do Banco Europeu de Investimentos (BEI). O aporte de 300 mil euros (R$ 1,37 milhão) faz parte do Desafio das Cidades para o Clima Global. Segundo a prefeitura, a proposta do Recife foi uma das cinco selecionadas, entre 140 concorrentes, “por seus projetos ambiciosos de clima urbano potencialmente transformadores.” O prefeito revelou o investimento europeu durante a Conferência das Partes da ONU sobre o Clima (COP25), em Madri, Espanha.

“Tivemos uma reunião com o Banco Europeu de Investimentos, na qual eles anunciaram o financiamento do parque. Apresentamos um projeto orçado em R$ 90 milhões e eles vão participar neste primeiro momento na área de projetos, com a possibilidade concreta de captação também de recursos para obras, já em um volume muito maior de investimento, visando fazer serviços de peso no Rio Capibaribe”, destacou Geraldo.

O projeto apresentado focou na reabilitação e na expansão do parque urbano, com o objetivo de melhorar a mobilidade sustentável e reduzir o risco de inundações, o impacto das ondas de calor e a emissão de gases poluentes. O parque compreende um sistema de áreas de lazer, descanso e bem-estar integrados ao longo das duas margens do Capibaribe, visando reconectar a cidade às águas ao seu rio.

A proposta é o ponto de partida para que o Recife se torne uma Cidade-Parque em 2037, quando comemora 500 anos. A primeira etapa - o Jardim do Baobá - já foi entregue. Também já foi concluída a revitalização da Praça Otávio de Freitas, no Derby.

O presidente do BEI, Werner Hoyer, falou sobre a importância do investimento. “As cidades precisam de apoio para lançar seus projetos climáticos e, à medida que fortalecemos nosso papel como banco climático da UE, nós do Banco Europeu precisamos de ótimos modelos”, disse.

Ativo em 160 países, o Banco Europeu de Investimento pertence aos Estados membros da União Europeia. A instituição disponibiliza financiamento a longo prazo para investimentos considerados sólidos, a fim de contribuir para os objetivos da UE, tanto na Europa como fora dela. Através desses aportes, o BEI tem como objetivo utilizar um trilhão de euros em projetos voltados ao clima e à sustentabilidade ambiental na década de 2021 a 2030.

ENCONTRO
No terceiro dia de compromissos oficiais na COP25, o prefeito Geraldo Julio se reuniu com o ex-prefeito da maior cidade norte-americana, Nova York, Michael Bloomberg. O gestor recifense destacou seu compromisso com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia, fundado por Bloomberg, do qual a Prefeitura do Recife é signatária desde 2015. “Tivemos a oportunidade de mostrar os avanços na América Latina, América do Sul e na nossa cidade. Tratamos de questões objetivas sobre as ações que precisam ser feitas para o enfrentamento a Emergência Climática”, afirmou Geraldo Julio.