Notícias

Manutenção de Jardins em condomínio

@UNISECOVIPE - 25/07/2017


O SECOVI-PE, em parceria com a Garth & Flora- Plantas e Paisagismo - realizará no próximo dia 08 de agosto, das 8h30 às 12h30, o curso “Jardinagem em Condomínios- Manutenção de Jardins”.

Ministrado pelo engenheiro agrônomo Augusto Neto, o curso fará esclarecimentos sobre conhecimentos básicos sobre plantas e os cuidados em seu manejo nos jardins. Os temas abordados são: Conhecendo as Plantas- Funções das plantas; Cuidados Essenciais: Podas, Irrigação, Adubação, Controle de Invasoras, Pragas e Doenças, Manutenção do Gramado e Ferramentas.

Para mais informações sobre os cursos oferecidos pelo SECOVI-PE, os interessados devem entrar em contato através do e-mail: unisecovipe@secovi-pe.com.br ou pelo telefone (81) 2123-9408/ 9409.

Salário-maternidade em microempresa poderá ser pago direto pela Previdência

Atualmente, as empresas pagam o benefício à empregada, e depois se ressarcem no INSS

@Diario de PE - 10/02/2017


Por: Agência Câmara Notícias
Publicado em: 10/02/2017 12:53
O salário-maternidade devido às empregadas das microempresas e das empresas de pequeno porte poderá pago diretamente pela Previdência Social. É o que determina o Projeto de Lei 4999/16, em tramitação na Câmara dos Deputados.

A proposta modifica a Lei 8.213/91, que trata dos Planos de Benefícios da Previdência Social. O texto é de autoria da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

O salário-maternidade é um benefício previdenciário pago às empregadas seguradas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que acabaram de ter um filho, seja por parto ou adoção, ou aos segurados que adotam uma criança.

Capacidade financeira
Atualmente, as empresas pagam o benefício à empregada, e depois se ressarcem no INSS. Para a senadora, esse modelo não funciona para as micros e pequenas empresas, que possuem menor capacidade financeira, com faturamento limitado por lei, para pagar o benefício.

Deste modo, Gleisi Hoffmann propõe que para estas empresas o salário-maternidade seja pago diretamente pelo INSS.

Tramitação
O PL 4999/16 tramita de forma conclusiva nas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; Seguridade Social e Família; e Constituição e Justiça e de Cidadania.