Notícias

Chave Fácil Lança Novo Portal

Novo Chave Fácil

@Gabriela Vasconcelos - 08/02/2017



O portal Chave Fácil passou a exibir um novo layout. Junto com a mudança, está sendo inaugurada uma nova fase com uma nova versão de site, mais leve, atrativa, dinâmica e com novas funcionalidades. "O que faz o Chave Fácil um portal especial é o fato de ter sido construído pelas ideias e conceitos dos dirigentes dos SECOVIs do Brasil - Sindicatos de Habitação", considera o presidente do Secovi-PE, Elísio Cruz Jr.

O Portal é desenvolvido com o compromisso de inovar sempre para atender as constantes demandas dos seus parceiros e usuários. Um bom exemplo é a sua característica responsiva, permitindo quem estiver procurando imóveis acessá-lo através de smartphones ou tablets de forma totalmente compatível.

Números - O portal Chave Fácil, de busca por imóveis em todo o território nacional, entrou em 2017 com o pé direito, contabilizando em janeiro um recorde de acessos: 550.222 buscas. O portal manteve um ritmo de crescimento e passo a passo vem conquistando um fatia importante do mercado. Atualmente, concentra mais de 509.903 imóveis disponíveis para venda, locação e para locação por temporada. Entre os seus diferenciais, o portal Chave Fácil procura criar com os usuários uma relação permanente ao abordar em seu blog e na sua fanpage, no Facebook, temas do cotidiano relativos ao conceito de habitação. Orientações sobre documentos importantes nas negociações, dicas de decoração e até de sustentabilidade no lar são alguns exemplos.

Pernambuco - No ranking de acessos do Chave Fácil Pernambuco ocupa o sexto lugar, com 35.574 acessos em janeiro, revelando a mesma tendência nacional de crescimento e dividindo o mérito de ter alcançado o seu recorde, desde o seu lançamento. Destes 27.673 foram só em Recife. Hoje são disponibilizados para visualização no Chave Fácil imóveis que vão desde apartamentos, casas, lojas até salas comerciais. O Secovi-PE mantém uma equipe permanente com o objetivo de ampliar cada vez mais o número de imobiliárias participantes.

Cuidado com a taxa de condomínio

@Folha de Pernambuco- Mateus Jatobá - 28/08/2017


Apesar do ritmo mais lento no mercado de compra e venda de imóveis, o custo do condomínio não está seguindo o mesmo caminho. As taxas cobradas têm apresentado altas, já que são impactadas por despesas como a energia, manutenção do prédio e a folha de pagamento dos trabalhadores. O valor depende de fatores como o porte do prédio, número de moradores e equipamentos ofertados. Em alguns casos, o preço pago pode se equiparar ao que é cobrado no aluguel.
Em um condomínio, 56% da arrecadação é voltada para a folha de pagamento, que sofre alterações anuais por conta do reajuste do salário mínimo. Por outro lado, os constantes aumentos nas taxas de energia, água e até mesmo de gás, fazem com que alguns condomínios cheguem a cobrar taxas com valores próximos ao do aluguel do imóvel.
Para Noberto Lopes, do departamento jurídico do Sindicato da Habitação de Pernambuco (Secovi-PE), "o principal fator que deve ser levado em consideração para o aumento nos valores do condomínio é realmente o aumentos dos salários, além de obras para manter a estrutura do prédio. Aumento nas contas de luz e água também é algo que pesa bastante, pois temos constantemente aumentos nesses ramos. A inadimplência é outro fator", destaca.
"Uma atitude que pode ajudar os condomínios a diminuírem o valor nas despesas de folha de pagamento é conseguir manter a organização da escala de empregados, evitando que os funcionários realizem hora extra", finaliza Noberto.